quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Sobreviventes




Estava eu há pouco a tratar de lides domésticas com o televisor ligado na RTP3, ou lá como se chama agora, e passava um documentário muito interessante sobre sobreviventes do holocausto nazi. Só vi um bocadinho, mas espero conseguir ver todo com mais tempo.   

Vi duas sobreviventes e ambas declaravam que se sentiam gratas pelo que passaram, porque se tornaram pessoas mais ricas. Conseguiam ver as coisas de outra forma. Dizia uma: quando alguém se queixa de que determinada situação é horrível, eu digo-lhe: não, não é assim tão horrível…

Outra contava que o pai dela lhe dizia sempre: Ponham o máximo possível dentro da cabeça (referindo-se à cultura), porque isso ninguém vos vai tirar!

Outra ainda, já muito idosa, afirmava: Depende de mim a vida ser boa ou má. Não depende da vida, depende de mim! Tudo é bom e mau. Eu olho para o lado bom. Ora, se quem diz isto é uma sobrevivente de um campo de concentração, é porque é mesmo assim.  

**********
P.S.: Entretanto, vi que o documentário se chama "The lady in number 6", aqui.

12 comentários:

  1. Pois é. Depois de uma situação destas as pessoas ficam com uma perspectiva mesmo diferente da vida :/ apanhaste o nome do documentário? Fiquei com curiosidade. Beijinho
    The-not-so-girlygirl.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, querida, vou ver se pesquiso na box :)

      Eliminar
  2. Dá para perceber porque sobreviveram, devem ser as mais optimistas e resilientes...

    ResponderEliminar
  3. São sobreviventes porque são resilientes e creem no positivismo.
    O otimismo é um pilar que não permite negação
    Belíssimas lições heim amiga?
    Um beijo com meu especial carinho

    ResponderEliminar
  4. "Depende de mim a vida ser boa ou má. Não depende da vida, depende de mim! Tudo é bom e mau. Eu olho para o lado bom." Podia ser uma frase minha, é o meu pensamento de todos os dias.

    ResponderEliminar
  5. Deve ser incrível o documentário!

    ResponderEliminar
  6. Gostei imenso do que li por aqui... Há tantos sobreviventes!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. E olha que me deixaste super curiosa, já lá vou espreitar. Beijinhos.
    http://www.mariasemlimites.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Para eles a evolução interior foi "monstruosa".

    ResponderEliminar
  9. Algo que nos deixa a reflectir...esses sobreviventes têm muita força interior

    ResponderEliminar
  10. São bons ensinamentos. A força interior faz toda a diferença.

    ResponderEliminar